8 Dicas de Como Convidar Uma Empresa Para Uma Parceria

By in
8 Dicas de Como Convidar Uma Empresa Para Uma Parceria

Saber como convidar uma empresa para uma parceria pode abrir diversas portas. Em um mercado cada vez mais competitivo, o que as marcas mais buscam hoje são meios para se destacar dos concorrentes.

Entre tantas estratégias e possibilidades, uma alternativa que traz ganhos para os dois lados é uma boa parceria. Se a união faz a força, que seja para que possam crescer juntas e unir esforços para atingir resultados positivos e sustentáveis. Melhor ainda se for para atender de modo mais completo consumidores que estão mais exigentes, não é mesmo?

Pois bem, é esse o propósito de uma parceria entre empresas. Uma conexão que funciona como uma relação ganha-ganha, onde ambas podem aproveitar seus benefícios. É interessante para você?

Sei bem do quanto pode parecer difícil selecionar e manter parceiros a médio e longo prazo, mas não se engane: é importante se preparar bem para isso. Se é o que você mais quer, mas tem dúvida sobre como funciona e como fazer uma proposta de parceria, eu posso ajudar.

Neste conteúdo, você vai encontrar boas dicas para fechar mais negócios e melhorar suas parcerias comerciais. Essa é uma oportunidade para esclarecer todas as suas dúvidas sobre o assunto para dar início a essa estratégia.

1. Analise sua empresa

Observar o seu próprio negócio com um olhar crítico pode parecer impossível em um primeiro momento, mas é essencial para identificar pontos de melhoria.

Isso evita que você e a sua empresa corram o risco de parar no tempo.

Para tornar essa tarefa um pouco menos complicada a minha dica é fazer uma análise SWOT para conhecer seus pontos fortes e fracos, além de oportunidades e ameaças.

Uma ferramenta para lá de interessante para se entender melhor sua situação atual e até onde quer chegar.

2. Defina um objetivo

Antes de se preocupar em saber como convidar uma empresa para parceria, é preciso definir um objetivo que possa beneficiar os dois lados de alguma forma.

Falo de um objetivo a ser compartilhado.

Qual será a ideia central da parceria e as ações a serem realizadas a partir dela?

Cada uma das empresas deve ter suas responsabilidades dentro do processo e, claro, serem beneficiadas por ele.

Lembre-se de que essa união vai funcionar como uma cooperação mútua, na qual ambas vão trabalhar em prol desse objetivo.

É um esforço que reduz o tempo gasto com burocracias e ajuda até a otimizar os processos internos e a aumentar a produtividade das equipes envolvidas.

3. Defina seu público-alvo

Para tornar sua estratégia de parceria entre empresas ainda mais assertiva, é importante saber para quem vai dirigi-la.

Por isso, o próximo passo é definir seu público-alvo e, mais precisamente, a persona.

No marketing, chamamos de público-alvo as pessoas que têm interesse nos produtos ou serviços que você tem para oferecer e que apresentam características em comum.

Pode ser faixa etária, localização geográfica, profissão, entre outros fatores.

Já a persona vai um pouco além.

Ela é uma representação do cliente ideal que não se baseia em achismos e sim em dados reais dos compradores em potencial.

Ana, 40 anos, casada, que mora em uma metrópole e cuja renda mensal é de R$ 10 mil é um exemplo de público-alvo.

Já a Ana que tem tudo isso e sobre a qual você sabe o que costuma comprar, que sites visitas e o que faz nas horas vagas se aproxima mais da sua persona.

4. Crie vantagens para você, seu parceiro e seu cliente

O que você pode ofertar dentro dessa parceria comercial?

Lembra que comentei que essa cooperação entre as empresas devem trazer vantagens mútuas?

Então, aí está a oportunidade de pensar em condições que despertem o interesse não só do parceiro em potencial quanto do cliente.

Avalie isso ao planejar seu convite de parceria.

Pode ser, por exemplo, condições especiais para os clientes de seus parceiros ou exclusividade em produtos e serviços.

O que importa mesmo é que funcione como um meio de oferecer algo em troca e não apenas em receber os benefícios que deseja.

5. Use as redes sociais para divulgar a parceria

Acessadas diariamente por bilhões de pessoas em todo o mundo, as redes sociais são um campo fértil para levar ao público essa parceria.

Algumas ideias para incrementar ainda mais essa divulgação é oferecer cupons de desconto para quem compra acima de determinado valor ou para os seguidores que mais interagem.

Isso ajuda a fomentar ainda mais uma mídia espontânea, que pode levar a parceria a resultados melhores.

6. Valorize o cliente com o “compre mais e ganhe mais”

Para promover a fidelização de clientes, agora que sabe como convidar uma empresa para uma parceria, não esqueça de recompensar essa fidelidade.

Ao oferecer um cupom de desconto, deixe claro o quanto ele é especial e que sua empresa está oferecendo o presente como forma de agradecimento.

Isso funciona como estímulo para que ele saiba quanto precisa comprar para ter um próximo benefício.

7. Crie regras claras

Outro passo importante é documentar a parceria e, inclusive, as regras que deverão embasar a relação entre as empresas envolvidas.

Também deve estar claro nesse documento os benefícios alinhados para os dois lados.

Parece um cuidado simples, mas ele evita possíveis dores de cabeça devido a falhas de comunicação.

E, claro, sempre entregue o que promete.

8. Avalie o retorno obtido

Agora que já sabe como fechar uma parceria comercial e colocar tudo o que foi planejado em prática, não se esqueça de acompanhar o resultado de suas escolhas.

Ao avaliar o andamento desse trabalho periodicamente, é possível entender o que fez de certo e errado e o que pode ser melhorado.

Veja algumas métricas que podem facilitar essa avaliação:

Fonte: https://neilpatel.com/br/blog/como-convidar-uma-empresa-para-parceria/