Dicas essenciais para pequenas empresas no Pós-Crise

By in
Dicas essenciais para pequenas empresas no Pós-Crise

Por mais grave que seja a atual crise, a única certeza é que ela terá um fim. Embora a data específica seja praticamente impossível de ser prevista, em algum momento a atividade econômica caminhará para a normalidade, mas será que o seu negócio estará preparado para a retomada?

Para responder esta pergunta precisamos elencar alguns pontos de atenção, principalmente para as microempresas, para que você saia na frente da concorrência após tudo isso passar.

1. Facilite o pagamento

A primeira coisa que o empreendedor precisa ter em mente é que as pessoas já estão com mais cautela para gastar, é provável que esse comportamento se torne mais comum nos próximos meses.

O cenário dos juros mais baixos também vai favorecer os clientes que gostariam de parcelar suas compras.

Será crucial rever os meios pagamentos para facilitar as decisões do clientes. Aumentar o máximo de parcelas nas compras e conceder condições especiais para que os clientes decidam pagar as compras a vista.

É natural que os consumidores também passem a pesquisar mais opções antes de realizar as compras, por isso é importante ficar atento ao preços da concorrência e buscar enxugar os preços ao máximo.

Também é interessante tentar segmentar seu públicos, ou seja, criar produtos diferentes para clientes com prioridades diferentes. Colocar versões mais simples e baratas, e outras mais completas, tudo para te ajudar a aumentar seu leque para diversos tipos de clientes.

2. Não afrouxe as medidas preventivas na crise

O impacto desta epidemia com certeza deixará marcas na nossa cultura e comportamento, mesmo após o fim da transmissão ou desenvolvimento da vacina, as pessoas buscarão daqui para a frente dar mais atenção à higiene de modo geral.

As medidas preventivas relacionadas à higienização da sua loja, produtos e funcionários devem ser mantidas o máximo possível.

Este tipo de comportamento pode te ajudar a atrair um público maior e diferenciado. Mostra principalmente a sua preocupação com a saúde dos clientes e funcionários, fortalecendo os laços com os consumidores.

Infelizmente os estudos mais recentes estimam que esse tipo de surto pode se tornar sazonal e os cuidados de higiene devem ser constantes como em países asiáticos.

3. Invista na experiência do cliente

Após um período de isolamento é natural que as pessoas busquem por produtos e serviços que entreguem uma experiência diferente do período. Esse é o tipo de coisa que pode ser resolvida com pequenos detalhes, mas fazem uma grande diferença.

Um contato mais pessoal no serviço, uma apresentação personalizada no seu produto e todo o acompanhamento do pós venda são os tipos de diferenciais que podem atrair mais clientes e te ajudar a cobrar mais.

Lembre-se sempre que após a quarentena os clientes buscarão principalmente por aquilo que não podiam ter durante o isolamento, tudo o que não puderam consumir ou fazer sozinhos.

4. Se prepare para uma recuperação rápida da crise

Embora não seja possível estimar a duração da pandemia e consequentemente da crise econômica, todas as projeções econômicas apontam para uma recuperação tão ou mais rápida que o declínio.

Por isso, será necessária muita paciência para atravessar o momento, mas também alguma preparação para recuperar o tempo perdido realizando mais negócios.

Talvez o mais importante das dicas é entender que como toda grande crise financeira, a crise do coronavírus também irá passar. Após tudo isso estar preparado pode te colocar em uma condição mais favorável e te ajudar na retomada do seu negócio.

Há uma famosa frase de Churchill que diz: “Se estiver passando pelo inferno, não pare.” Embora simples, ela representa muito bem o momento atual. Será necessário suportar toda a dificuldade para atravessar a crise e conseguir a recuperação financeira no futuro.

Fonte: https://fdr.com.br/2020/04/21/quando-a-crise-acabar-4-dicas-essenciais-para-pequenas-empresas-no-pos-crise/